Resenha: Coroa da Meia-Noite

Algumas coisas você ouve com os teus ouvidos. Outras, você ouve com o coração.

Sinopse: Em Trono de Vidro conhecemos a sarcástica assassina Celeana que se tornou a campeã do rei. Coroa da Meia-Noite começa dois meses após a competição e conta como a assassina está lidando com seu novo trabalho.

Celeana  mata pelo rei, mas sua lealdade não está com ele e isso pode deixa-la em maus lençóis. Boatos sobre uma grande conspiração contra o rei começam a surgir e ela se torna responsável pela investigação em Adarlan, recebendo a missão de matar um grande amigo.

Chaol e Celeana estão cada vez mais próximos enquanto o príncipe se afasta cada vez mais, imerso em suas próprias descobertas que podem por sua vida em risco. Nehemia está desesperada com os constantes ataques do exército real contra seu povo e as ameaças camufladas do rei, mas ainda consegue ter tempo para ser a confidente de Celeana.

No meio de um turbilhão de sentimentos e problemas, Celeana se vê no centro de uma enorme teia de mentiras que foi tecida pelas pessoas em que ela confiava.  Saltar silenciosamente pelos telhados de Adarlan? Fácil. Decapitar seus inimigos e carregar suas cabeças até o rei? Tão simples quanto piscar. Ajudar seus amigos e salvar aqueles que precisam? Bem, Celeana está descobrindo que essa não é uma tarefa tão fácil quanto imaginou.

O que Celeana não imagina é que ela não deve confiar em ninguém.

Mas que qualquer um já amou. Ele a amava o suficiente para arriscar tudo – para desistir de tudo. Ele a amava tanto que Celaena ainda sentia os ecos daquele amor, mesmo agora.

“ Era difícil se importar, percebeu ela, ao começar a caminhada de volta para o castelo. Incrivelmente difícil se importar quando não havia mais ninguém com quem se importar. “

Minha Opinião: Diferente de muitas continuações essa não decepciona o leitor, Sarah J Maas conseguiu seguir com a história mostrando pontos de vista de diversos personagens e dando ao leitor uma visão completa dos acontecimentos deixando a leitura mais atrativa.

Imaginei que esse livro seguiria para o lado romântico da trama, mas me enganei. Até mesmo nos momentos onde o romance era o foco, detalhes da história estavam escondidos deixando o leitor mais curioso sobre os mistérios da vida de Celeana.

Dorian mostra boa parte do seu potencial como um dos principais personagens na história.

Chaol mostra seu lado mais sensível e apaixonado, um lado que não vemos em Trono de Vidro e deixa o personagem mais humano.

Celeana mostra seu lado assassina e insensível. A garota que ama fazer compras e a assassina no mesmo corpo, vivendo a mesma história.

Nehemia, nossa princesa da rebelião, se mostra uma grande ameaça para aqueles que tentam machuca-la e alguém que esconde muitos segredos.

A forma como a autora descreve os sentimentos dos personagens é algo de grande destaque já que é como se os sentimentos saíssem da folha e fossem seus,  não do personagem. Em alguns momentos precisei parar de ler porque o meu envolvimento com a história estava forte demais.

Sarah J Mass merece aplausos e um bolinho por tamanho talento descrevendo cenas de lutas e sentimentos ao mesmo tempo sem perder o foco ou deixar o texto confuso.

Recomendo esse livro para todos que não querem se arrepender por perder uma leitura incrível e para todos que não temem se sentir parte da história.

INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO

Autora: Sarah J. Maas

Ano: 2014

Páginas: 406

Editora: Galera Record

A Lâmina da Assassina – Trono de Vidro – Coroa da Meia-Noite – Herdeira do Fogo

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Coroa da Meia-Noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s