Resenha: O Livro dos Vilões

“As histórias mudam a medida que envelhecem, como trepadeiras subindo por uma parede, enroscando-se, dando nós e se misturando, até que não se pode mais saber onde começam ou terminam, ou que parte verdadeiramente lhe pertencem. Você acha que conhece a minha, mas não é verdade.”

O primeiro conto do livro foi escrito pela diva Cecily von Ziegesar, conhecida pela seu trabalho com a série de livros Gossip Girl. Esse conto narra a história de Cindy, uma garota ingênua que vive com seu pai, sua madrasta e duas meias-irmãs que a desprezam.

As gêmeas Dizzy e Nastia compartilham uma grande paixão por sapatos e pelo misterioso príncipe mestiço Manchild Kennedy. Diferente das meias-irmãs malvadas do conto original, elas são lindas, esbeltas e parecem duas modelos, além de fazer um grande sucesso postando suas fotos nas redes sociais.

Já a nossa princesa, Cindy, tem a ingenuidade e a inteligência de uma verdadeira princesa dos contos de fada.

Em um meio aonde roupas de marca, liquidações de sapatos e fotos no Instagram são importantes, as aparências significam tudo e podem transformar uma princesa em vilã.

Malvina é considerada uma das mulheres mais belas e elegantes do mundo, sua carreira de modelo está no auge e nada pode estragar. Bem, é isso que ela pensava.

Depois que o marido morreu, Malvina ficou encarregada da guarda de sua enteada Bianca, uma modelo novata que usurpou  o lugar da sua fofadastra na campanha do perfume Menina Veneno e de brinde conquistou o paquera dela.

Como a própria Malvina diz, todos temos um lado bom e outro nem tanto a questão é descobrir qual nos controla e tirar proveito dele.

Nem sempre as bruxas são feias ou malvadas, às vezes são loiras e esbeltas.

O terceiro conto é sobre a Malena, uma jovem inocente que pela primeira vez vai ao ensino médio no colégio de sua cidade. Ela está muito ansiosa com a oportunidade de fazer amigas, conhecer garotos e ser uma garota normal que não deve se preocupar em colher ervas ou fazer poções. Oh, esqueci de dizer: a família de Malena é conhecida como uma família de bruxas pro todos na cidade, já que conseguem criar poções que fazem mágica.

As coisas vão bem até que o segredo dela é descoberto e tudo aquilo que ela conquistou (amigas, um garoto legal que goste dela e amigos da escola) se perde. Malena assiste suas amigas bajulando a nova garota, Rory.

Sofrer bullyng na escola e ser traída por todos ao seu redor pode transformar inocência em algo bem mais perigoso, espinhento e afiado.

O Lobo Mau está cansado, após éons sendo retratado como o vilão de histórias como Chapeuzinho Vermelho, os Três Porquinhos e Pedro e o Lobo, o pobre animal quer apenas descansar e passar um dia sem ter sua barriga aberta e  recheada com pedras.

O Lobo deseja uma chance para mostrar aos outros personagens dos contos de fadas que ele não é o vilão e encontrar um lugar onde possa ter seu final feliz. Apenas uma coisa, ou melhor, pessoa está atrapalhando seu caminho: o Narrador.

Como alguém pode fugir do fado que a criatura mais poderosa do seu mundo deu sem terminar com larvas comendo seus globos oculares?

” Um sorriso lento se abriu em meus lábios. Tudo voltava ao seu devido lugar.

Bom, ao menos era o que devia ter acontecido, se isso fosse um conto de fadas e não a vida real.”

Minha Opinião: #Stepsisters – Sobre sapatos e selfies: A autora  Cecily von Ziegesar não decepcionou com seu conto, ela conseguiu usar a história da Cinderela para transformar em algo atual sem perder os elementos principais do conto de fadas. Cecily conseguiu criar um conto que traz sua marca e lembra alguns de seus outros trabalhos como Gossip Girl.

As características emocionais das personagens são semelhantes as do filme da Disney e a adaptação a atualidade ficou muito boa.

Menina Veneno: Carina Rissi, eu quero me casar com essa mulher.

O conto traz todos os pontos fortes da autora: escrita leve, humor, uma personagem atrapalhada e um enredo maravilhoso que me encantou logo no primeiro capítulo.

Malvina não é uma vilã, ela é insegura e tem medo de perder tudo aquilo pelo que lutou para conquistar. Com o tempo, Malvina começa a ver sua enteada como uma grande ameaça que não merece roubar tudo que ela conquistou.

Bianca não é uma personagem que foi abusada por outros como a Branca de Neve no conto original, ela tem até uma vida feliz e confortável comendo o quanto quiser sem engordar.

É possível ver como Bianca tenta se aproximar da Malvina que sempre a afasta, pensando o pior da garota.

Outros personagens são a atrapalhada Sarina, a assistente que vive com o iPad em mãos e o motorista Abel que, sinceramente, podia até dirigir ônibus e ia continuar perfeito. A devoção que esses dois personagens têm pela Malvina é essencial para que aconteça o clímax da história. Bem, a devoção deles e algumas besteiras da Malvina.

Esse foi meu conto favorito, acho que eu iria favoritar até mesmo a lista de supermercado da Carina Rissi se tivesse sido escrita por ela.

Quanto mais afiado o espinho: Posso afirmar com toda a certeza: essa versão da história da Bela Adormecida supera muito a que Lauren Kate trouxe no Livro Das Princesas. Palmas para Diana Peterfreund!

Malena é uma personagem inocente, sem ambições que deseja apenas ser aceita por todos ao seu redor. A garota luta durante boa parte da história contra seu lado ruim, mesmo tendo toda a munição necessária para atacar seus inimigos ela não usa.

As “amigas” Flo, Fawn e Marie são as garotas interesseiras que sempre se aproveitam das ingênuas como a Malena. Pierce é o cara mais velho que usa as outras e Rory é como uma princesa: ingênua, bonita, rica e sonhadora, seu único erro é não ver como existe mal ao seu redor.

Cada personagem mostra seu melhor e pior lado nessa história e essa Malévola se parece muito mais com a do Live-Action do que a da história original.

A Menina e o Lobo: Para mim, o melhor conto.

Fábio Yabu escreveu uma história bem diferente das outras que estão no livro.

Enquanto as autoras colocaram as personagens no mundo moderno, ele deixou boa parte do conto se passando em uma dimensão paralela onde os contos de fadas são reais e tem apenas uma vaga noção sobre os humanos que contam suas histórias.

A forma como ele descreveu os sentimentos do Lobo é incrível. Mesmo sendo um animal poderoso que sempre causou medo nos habitantes da floresta encantada, o Lobo mostra seu lado ingênuo e carente que apenas quer se reconhecido como alguém que merece carinho e não como vilão.

Em resumo, esse livro superou O Livro das Princesas e os autores conseguiram criar versões novas e encantadoras que fazem qualquer um se apaixonar pelos vilões.

 Recomendo esse livro para todos que são apaixonados por contos de fadas e seus vilões. Para todos aqueles que sabem que dentro de cada um de nós existe uma constante batalha entre o bem e o mal que nem sempre acaba em final feliz.

INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO:

Autores: Cecily von Ziegesar, Carina Rissi, Diana Peterfreund e Fábio Yabu.

Ano: 2014

Páginas: 320


Editora:
Galera Record

O Livro das Princesas – O Livro dos Vilões

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s